programas-mosteiro-caves-mosteiroTUKTOUR PORTO vos levará ao cimo do Mosteiro para visitar o mosteiro, inscrito no património Mundial da UNESCO em Dezembro de 1996, o Mosteiro da Serra do Pilar, ex-libris de Gaia, preservou a sua igreja e o seu claustro, que foi construído de uma forma circular, um monumento único em Portugal. A igreja é uma replica da igreja Santa Maria Redonda em Roma, e é coberta por uma cúpula hemisférica.

programas-mosteiro-caves-cavesTUKTOUR PORTO partilha consigo a sua paixão pelos vinhos do Porto, venha degustar com TUKTOUR PORTO, alguns destes grandes vinhos, e partilhar com uma grande marca, um momento inesquecível. Visite as caves e deguste os diferentes vinhos do Porto, o almoço no restaurante do caís, e fazer as vossas compras.

O Porto é um vinho enriquecido português, produzido unicamente na região do Alto Douro, a 100km da cidade homónima, entre Peso e Régua e a fronteira espanhola. Na parte oeste do rio, que avizinha a cidade do Porto, não predomina o vinho do Porto mas sim o vinho verde. O clima local não ajuda as uvas a atingir uma maturidade perfeita.

A videira é principalmente explorada por pequenos produtores que possuem Quintas. O vinho é produzido no vale do Douro desde a antiguidade mas foi só no século XVII que aparece a denominação “Vinho do Porto”.

Ele tinha na época um grande sucesso em Inglaterra. Na sequência de um embargo decretado pelo rei da Inglaterra para o primeiro-ministro de Luís XIV, o Colbert, os ingleses foram privados do seu vinho favorito que era similar ao vinho de Bordéus e foram descobrir vinhos de qualidade similar. Com o Tratado de Methuen (1703) de Tratado de cooperação militar, diplomática e económica, recebem o privilégio de começar a construir casas comerciais em Portugal, em troca de uma redução dos impostos sobre o vinho do Porto. Mas era dispendioso e continua a competir com os vinhos franceses. Além disso, ele não suportava bem as viagens. Tinham o hábito de adicionar aguardente para preservar o vinho durante o transporte.

Foi aí que um comerciante inglês Jean Bearsley teve a ideia de aumentar a percentagem de álcool adicionando aguardente pura. Foi o aparecimento do produto na sua forma actual, produto muito rapidamente apreciado na Europa. A procura aumentou consideravelmente, o que baixou a qualidade do produto. O primeiro ministro naquela altura, Marquês de Pombal, criou em 1756 um comitê para assegurar critérios de qualidade, um precursor das denominações d’origem protegida. Os barris de vinho do Porto eram transportados pelos barcos rabelos até Vila Nova de Gaia, onde se encontravam todas as principais empresas de venda de vinho do Porto. Estes barcos já não são utilizados hoje mas podem continuar a ser observados nos caís de Gaia.

As vinhas são cultivadas numa área de xisto que repousa numa terra de granito. O solo é de uma pobreza enorme em termos de matérias orgânicas e sofre de muita secura que poucas plantas conseguem aguentar. Só as oliveiras ou amendoeiras conseguem ter um bom rendimento crescendo neste tipo de terra. O cultivo é efetuado em socalcos na margem do rio Douro. A área sob denominação controlada tem um clima continental e contrastado. Há muito calor e secas no verão, as temperaturas podem chegar até 40 °. No entanto, no inverno as temperaturas descem bastante.

programas-mosteiro-caves-mosteiroTUKTOUR PORTO vos levará ao cimo do Mosteiro para visitar o mosteiro, inscrito no património Mundial da UNESCO em Dezembro de 1996, o Mosteiro da Serra do Pilar, ex-libris de Gaia, preservou a sua igreja e o seu claustro, que foi construído de uma forma circular, um monumento único em Portugal. A igreja é uma replica da igreja Santa Maria Redonda em Roma, e é coberta por uma cúpula hemisférica.

programas-mosteiro-caves-cavesTUKTOUR PORTO partilha consigo a sua paixão pelos vinhos do Porto, venha degustar com TUKTOUR PORTO, alguns destes grandes vinhos, e partilhar com uma grande marca, um momento inesquecível. Visite as caves e deguste os diferentes vinhos do Porto, o almoço no restaurante do caís, e fazer as vossas compras.

O Porto é um vinho enriquecido português, produzido unicamente na região do Alto Douro, a 100km da cidade homónima, entre Peso e Régua e a fronteira espanhola. Na parte oeste do rio, que avizinha a cidade do Porto, não predomina o vinho do Porto mas sim o vinho verde. O clima local não ajuda as uvas a atingir uma maturidade perfeita.

A videira é principalmente explorada por pequenos produtores que possuem Quintas. O vinho é produzido no vale do Douro desde a antiguidade mas foi só no século XVII que aparece a denominação “Vinho do Porto”.

Ele tinha na época um grande sucesso em Inglaterra. Na sequência de um embargo decretado pelo rei da Inglaterra para o primeiro-ministro de Luís XIV, o Colbert, os ingleses foram privados do seu vinho favorito que era similar ao vinho de Bordéus e foram descobrir vinhos de qualidade similar. Com o Tratado de Methuen (1703) de Tratado de cooperação militar, diplomática e económica, recebem o privilégio de começar a construir casas comerciais em Portugal, em troca de uma redução dos impostos sobre o vinho do Porto. Mas era dispendioso e continua a competir com os vinhos franceses. Além disso, ele não suportava bem as viagens. Tinham o hábito de adicionar aguardente para preservar o vinho durante o transporte.

Foi aí que um comerciante inglês Jean Bearsley teve a ideia de aumentar a percentagem de álcool adicionando aguardente pura. Foi o aparecimento do produto na sua forma actual, produto muito rapidamente apreciado na Europa. A procura aumentou consideravelmente, o que baixou a qualidade do produto. O primeiro ministro naquela altura, Marquês de Pombal, criou em 1756 um comitê para assegurar critérios de qualidade, um precursor das denominações d’origem protegida. Os barris de vinho do Porto eram transportados pelos barcos rabelos até Vila Nova de Gaia, onde se encontravam todas as principais empresas de venda de vinho do Porto. Estes barcos já não são utilizados hoje mas podem continuar a ser observados nos caís de Gaia.

As vinhas são cultivadas numa área de xisto que repousa numa terra de granito. O solo é de uma pobreza enorme em termos de matérias orgânicas e sofre de muita secura que poucas plantas conseguem aguentar. Só as oliveiras ou amendoeiras conseguem ter um bom rendimento crescendo neste tipo de terra. O cultivo é efetuado em socalcos na margem do rio Douro. A área sob denominação controlada tem um clima continental e contrastado. Há muito calor e secas no verão, as temperaturas podem chegar até 40 °. No entanto, no inverno as temperaturas descem bastante.

Rota, preço e horários
Locais a visitarMosteiro da Serra do Pilar Caves de Vinho do PortoHorários10h - 17hDuração1h30mPreço20,00€/pessoaOpçõesPartida/chegada do seu hotel: +5.00€ pessoa
Reservas Poderá efetuar a sua reserva através dos seguintes meios:
Diretamente, nos seguintes locais:
  • Clérigos R. de São Filipe de Nery Porto
  • Cais de Vila Nova de Gaia Av. Ramos Pinto, 311 Vila Nova de Gaia
Por telefone: +351 915 094 443 (9.00h às 19.00h) Por email: info@tuktour.com
Usando o seguinte formulário de reserva * Preencha todos os campos.